Blog

Você é feliz no emprego?

Hora do almoço. Você trabalhou a manhã inteira e durante o intervalo sentiu um desânimo? Ou então, você nem começou a sua jornada ainda e já está desanimado? Calma, você não está sozinho.

A pergunta “Você é feliz no emprego?” foi feita por uma associação de recursos humanos a quase seis mil trabalhadores. Quarenta e oito por cento responderam não e as mulheres foram as mais pessimistas, com 59%.

Este estudo mostrou também que o grau de insatisfação tem a ver com idade, formação profissional e a área em que a pessoa atua. A maioria acabou de deixar a faculdade, tem até 30 anos e trabalha nas áreas administrativa ou financeira e em empresa privada.

Outra pesquisa recente mostrou como anda a vida do executivo brasileiro. 84% dos executivos estão infelizes no trabalho, 54% estão insatisfeitos com o tempo que tem para a vida pessoal. 35% apontam problemas com o chefe como a crise mais marcante da vida. O que fazer para reverter esse quadro, já que a competitividade faz com as pessoas tenham que se dedicar cada vez mais ao trabalho, fazendo sobrar menos tempo para a vida pessoal?

A resposta a esta pergunta, para mim, deve ser feita com outra pergunta. E a pergunta é: “Você gosta do que faz?”

Muitas pessoas falham em suas vidas por não responder perguntas básicas como esta. Outras nem sabem ao certo o que realmente querem. E se você não sabe o que quer, onde vai chegar?

O mais triste de tudo isto é que este problema começa na escolha da profissão, ou seja, no final do Segundo Grau. Milhares e milhares de pessoas ingressam nas Universidades sem a certeza do que querem. E o resultado disto é muita dor e frustração num futuro próximo.

Conhece-te a ti mesmo! Porque, se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve…

Talvez você comece a se interessar por este assunto, pois o que estamos tratando aqui é da sua felicidade e você há de concordar que durante a nossa vida inteira aprendemos muito pouco sobre este assunto. Como você pretende passar os seus próximos cinco anos?

Se a sua resposta foi uma vida com mais sentido e propósito, eu te estimulo a conhecer dois programas poderosos. Trata-se do Programa Second Chance e do Workshop Mind Academy.

O primeiro é uma revolução de autoconhecimento e transformação pessoal e o segundo revela segredos da mente para atingir alta performance e direcionamento na vida, essencial para alunos do Pré-Vestibular.

Se você não é como a grande maioria da população, que simplesmente deseja coisas melhores no final do ano e não faz nada para mudar, eu te convido a dar este importante passo na sua vida.

São nos momentos de DECISÃO que o seu futuro é traçado. Portanto, escolha com sabedoria.

2 Comentários »

  1. Cláudia Maia disse:

    O assunto é valioso pois temos muitos jovens com pouco ou nenhum direcionamento em relação a escolha profissional.
    Constantemente temos adultos desenvolvendo sintomas e doenças psíquicas e físicas por insatisfação profissional.
    Gostei muito do texto e do assunto.

    • Julio Panzariello disse:

      É verdade Cláudia! E essas doenças estão aumentando a cada dia. O quadro é dor, medo, ansiedade e insatisfação. As pessoas precisam entender que podem e devem pronunciar mudanças, quando necessário.

      Muito obrigado!

Postar um comentário