Blog

Você não é uma árvore

Você não é uma árvorePartindo do princípio que você é responsável pelas suas atitudes, qualquer um de nós que desejasse poderia se disciplinar para mudar sua vida. De forma análoga, qualquer um de nós que desejasse poderia abrir um livro para expandir seus pensamentos com novos conhecimentos, começar uma nova atividade ou começar o seu processo de mudança de vida. Podemos fazê-lo imediatamente, ou na próxima semana, ou no próximo mês, ou até mesmo no próximo ano, uma vez que este está chegando ao fim.

Nós também poderíamos optar por não fazer nada ou fingir, em vez de executar. Nós poderíamos encontrar desculpas, por exemplo. E se a ideia de mudar a nós mesmos se torna desconfortável, nós poderíamos permanecer como sempre fomos.

Enfim, as escolhas são sempre nossas. Mas enquanto nos limitamos a amaldiçoar o efeito, continuamos a nutrir a causa. Como Shakespeare observou de forma única, “A culpa não está nas estrelas, mas em nós mesmos.” Criamos nossas circunstâncias atuais baseadas nas escolhas passadas. Portanto, temos a capacidade e a responsabilidade de fazer melhores escolhas, a partir de hoje.

Não podemos permitir que os fracassos do passado definam quem nós somos. Se não fomos bem o suficiente, devemos aprender com o que erramos e melhorar.

E se você me permitir eu gostaria de lhe oferecer meu último conselho do ano para quem procura e necessita de fazer mudanças em sua vida: “Se você não gosta de como as coisas se apresentam, então mude!” Você não é uma árvore. As árvores são lindas, mas elas não se deslocam. Você tem a capacidade de transformar totalmente todas as áreas da sua vida. E tudo começa com o seu próprio poder de escolha, portanto escolha com sabedoria.

Sem comentários.

Postar um comentário