Blog

Será que eu preciso mudar em 2017?

problemas-no-relacionamentoMuitas pessoas, a esta altura do ano, começam a se indagar a respeito de como será o próximo ano. Para uma pequena minoria o próximo ano promete, mas para a grande maioria das pessoas isso não parece ser verdadeiro.

Por quê?

Eu explico. Essa pequena minoria faz coisas que a grande maioria não gosta de fazer. A pequena minoria tem hábitos e disciplinas que as impulsionam e lhes movem adiante.

São rituais diários que lhes fortalecem e um alto grau de comprometimento com aquilo que querem. Elas abrem mão de prazeres de curto prazo para poder usufruir dos prazeres de longo prazo.

A vida é uma dança entre o que você mais teme e o que você mais quer. Por isso, é preciso coragem para se viver bem e com qualidade de vida.

No final de ano é muito comum as pessoas pedirem coisas e rezar para que elas aconteçam. Assim como é muito comum elas dizerem que vão mudar e melhorar. Isso fica mais fácil de dizer porque estamos diante de um novo ano onde as esperanças se renovam. Aqui reside o perigo, pois esta forma de pensar pode ser uma cilada para a sua felicidade.

Se você acha que a sua vida pode melhorar simplesmente porque mudou o calendário tome cuidado, pois você pode estar enredado na “Zona da Ilusão”. A única forma de mudar a sua vida é mudando seus pensamentos controlando as emoções correspondentes e mudando comportamentos.

Você poderia estar aí sentado se perguntando: “Será que eu preciso mudar?”

Responda você em silêncio analisando apenas duas das principais áreas da vida. Eu vou lhe ajudar.

1 – Como andam as suas finanças? Se você está com boa saúde financeira você deve ter um saldo em conta-corrente maior do que tinha há 12 meses atrás. Talvez, você esteja com um carro melhor ou tenha quitado o financiamento do veículo. Seja lá o que for a sua situação patrimonial, esta deve ser melhor do que era há um ano atrás, caso contrário você pode estar afundando e isso requer uma ação imediata, pois tem muito a ver com o seu estilo de vida e com o parceiro ou parceira com quem convive.

2 – Como andam os seus relacionamentos? Para uma boa saúde emocional você precisa de bons relacionamentos. Caso contrário, o nível de foco cai e a ansiedade aumenta. O resultado é que você não consegue ficar bem em lugar nenhum, além de cair a sua produtividade. Para melhorar esta situação, muitas pessoas estão tomando remédios. O remédio age anestesiando os sintomas de frustração e depressão, oriundos do gap originado entre o que você queria para a sua vida x o que você tem hoje na sua vida.

Concluindo, não é o que você quer, mas sim o que você é e com quem você está que moldará o seu DESTINO trazendo-lhe paz de espírito e felicidade.

Seja responsável pela sua VIDA!

img_2237Autor: Julio Panzariello

Performance Coach, Fundador e Diretor-Executivo da JS Treinamentos & Coaching, já capacitou mais de 5.00o profissionais em diversas áreas de atuação, contribuindo para o aumento de resultados das pessoas, times e empresas. Julio possui larga experiência corporativa nas áreas de Auditoria, Controladoria e Marketing, tendo atuado em grandes empresas nacionais como Banco Nacional, Banco Bozano, Simonsen, Companhia Brasileira de Petróleo Ipiranga e multinacionais como Atlantic Richfield Company.

Sem comentários.

Postar um comentário