Blog

Porque os relacionamentos duram tão pouco

Publicação 24 fev 2016 by JS Treinamentos & CoachingCada vez mais pessoas estão insatisfeitas com seus relacionamentos. Você quer saber a razão pela qual os relacionamentos duram tão pouco? Não é difícil achar uma resposta.

Os tempos mudaram, as pessoas se satisfazem por pouco tempo. Se antes as pessoas suportavam coisas demais em nome do amor, até mais do que deveriam, mais do que seria saudável; hoje nada suportam. Basta uma palavra inadequada ou mal colocada, uma opinião sobre o outro, um gesto mal cuidado, e o outro já é descartado. Não se aceita nada menos do que a perfeição. Para desistirmos de alguém basta perceber que esse alguém é de carne e osso e que, além de alegria, sente também tristeza; basta descobrir que o outro, como qualquer ser humano, tem problemas, dificuldades e defeitos.

Desejamos que tudo seja absolutamente perfeito. Se acharmos  que aquela pessoa não serve, a jogamos fora e seguimos em frente sem nem mesmo olhar para trás, muitas vezes deixando um rastro desastroso por nosso caminho. Não é de se estranhar ver tanta gente sozinha.

Não existe o respeito pelo o outro, no sentido do que o outro é, de como ele pensa. Nós queremos que o outro viva a vida dele conforme nós achamos que é certo, queremos que o outro tenha o mesmo ponto de vista que o nosso, porque julgamos ser o mais adequado. Se o outro tem uma opinião diferente da nossa, ele esta errado! Porque nós estamos certos! A nossa forma de enxergar as coisas é que é a adequada! E assim não percebemos o quanto somos egoístas , em querer que o outro deixe de viver a vida dele conforme ele bem entende , para viver como nos achamos que ele deveria viver …..

Temos a arrogância de sempre achar que nossa visão, opinião sobre as coisas é a “certa” entretanto, precisamos entender que a nossa visão, a nossa forma de enxergar as coisas foram determinadas pelas nossas crenças , que são princípios orientadores que determinam nossos comportamentos, ideias, opiniões etc. E que o outro da mesma forma se constituiu a partir das suas crenças que são diferente das nossas e que nem por isso estão erradas , são apenas diferentes…

É preferível acreditar que o problema está no outro. Tudo para nos afastar da possibilidade de olhar para nossas próprias falhas e feridas.
Enquanto não aceitarmos que cada um é o que é, que cada um pensa da forma como pensa ou age em função das suas vivências , da sua criação, dos ensinamentos que obteve dos seus cuidadores, do que observou dos pais, das experiências que teve ao longo da sua vida, ficara muito difícil mantermos relacionarmos duradouros .

Relacionamentos e crises caminham muito próximos. Não podemos manter um relacionamento duradouro se não enfrentamos as crises naturais que essa relação acarreta. Mas por que naturais? Não dá pra ter um relacionamento sem crises? Talvez alguém conheça um jeito, mas em minha opinião não, não dá. Relacionamento é algo dinâmico, envolve duas pessoas com crenças diferentes, e as pessoas mudam constantemente. Então, as crises são decorrentes desses inúmeros momentos de mudança que a vida nos apresenta.

O que vai determinar a manutenção desse relacionamento é a capacidade do casal em superar as crises, acompanhado do real desejo em manter a relação e tolerância com o defeito que julgamos que o outro possui! Todos temos defeitos.

Fonte: patriciavellosopsicologa.com.br

Sem comentários.

Postar um comentário