Blog

Encontro com o destino

Que tipo de legado que você vai deixar? Como sua família e seus amigos vão lembrar de você? Como você pretende deixar seus descendentes? Refletir um pouco sobre estes assuntos podem te levar a fazer algumas mudanças. Ao fazer isso, você vai começar a moldar o seu destino.

Mudar traz certa dor, pois você não foi acostumado a “querer mudar”. Você foi condicionado a pensar de um determinado modo, a agir de um determinado modo e toda vez que se fala em mudança você se assusta. E ninguém gosta de se sentir assustado. Daí você escolhe manter as coisas como sempre foram, mesmo querendo crescer, mesmo querendo ser, ter ou fazer mais.

Buscar um objetivo na vida, nem sempre é fácil. Requer disciplina, dedicação e comprometimento. E se você não estiver comprometido com o seu alvo, é bem provável que você não consiga alcançá-lo.

“As pessoas comprometidas fazem o que for necessário. As pessoas interessadas agem por conveniência…”

Isto explica porque algumas pessoas chegam lá e outras não. A propósito, qual o seu grau de comprometimento? Eu sei que não é fácil abdicar de coisas que você já tem, mesmo não sendo tão boas. Mas, não se esqueça de que esta é a sua vida. Então, que tal assumir a responsabilidade pelos seus atos e construir um futuro melhor, onde você se orgulhará de dizer: Eu fiz! Eu realizei! Eu contribuí!

A natureza odeia preguiça! Água parada fede. Saiba que você é a pessoa mais importante da sua vida! Nunca se esqueça disso.

Agora eu desafio você a pensar sobre a sua vida e sobre o seu destino. Daqui a cinco anos você vai estar vivo, mas a questão é onde você vai estar?

Programa Second Chance

 

Sem comentários.

Postar um comentário