Blog

Dieta emocional…

Ser feliz não é ter uma vida perfeita, mas humildade para reconhecer os erros, sabedoria para receber uma crítica injusta, coragem para ouvir um “não”, sensibilidade para dizer “eu te amo”, desprendimento para falar “eu preciso de você”.

A felicidade não é um produto de uma pessoa de sorte ou geneticamente privilegiada, mas de um treinamento psíquico.

Muitos são preocupados com o colesterol, mas não são preocupados com sua dieta emocional. São preocupados em malhar numa academia, mas não em treinar seu “eu” para gerenciar seus pensamentos.

São responsáveis em proteger seu carro, casa e empresa, mas não em proteger sua mente. Não admitem conviver com o lixo de fora, mas não se preocupam se o estão acumulando dentro de si.

Augusto Cury

Gostou do texto que preparei para este encontro? Espero que sim! Além disso, eu aproveito esta oportunidade para te desafiar a participar da semana da “dieta emocional”.

Você pode estar aí sentado pensando: “O que é dieta emocional?”

E eu vou tentar explicar com base no que entendi. A dieta emocional significa, deliberadamente, se nutrir de emoções que te fazem sentir bem e eliminar emoções que te fazem sentir mal. Significa focar nas emoções positivas: amor, alegria, liberdade, felicidade, risada…E nesta mesma semana você também escolhe não se nutrir de pensamentos que te causam medo, dúvida, ansiedade…

Veja se você se sente comprometido o suficiente para participar desta importante dieta e ótima sorte!

4 Comentários »

  1. Robson Tize disse:

    Olha o orgulho faz parte de mim, o orgulho de ter conhecido uma pessoa como você, dedicada e tão profissional…
    PARABÉNS JULIO!

  2. Muito bacana o foco do texto!
    Um abraço

Postar um comentário