Blog

A filosofia da formiga

Segundo meu grande Mestre Jim Rohn, todos nós deveríamos estudar as formigas. Elas tem uma filosofia de vida dividida em 4 partes. Aqui segue a primeira parte: as formigas nunca desistem. Esta é uma boa filosofia. Se elas estão indo a algum lugar e você tentar pará-las, elas  procurarão um outro caminho. Elas passarão por cima, elas  passarão por baixo, elas  darão a volta. Elas permanecem procurando por outro caminho. Que filosofia de bom gosto! Nunca desistir de procurar um caminho para conseguir chegar aonde você se propôs a ir.

Segunda parte, as formigas pensam no inverno durante o verão. Esta é uma importante perspectiva. Você não pode ser ingênuo de achar que o verão durará para sempre. Então, as formigas vivem coletando a comida do inverno, no meio da estação do verão.

A terceira parte da filosofia da formiga é que as formigas pensam no verão durante todo o inverno. Isto é muito importante. Durante o inverno, as formigas ser forçam a lembrar: “Isto não vai durar para sempre e, em breve, estaremos livres daqui.” E logo no primeiro dia quente, as formigas saem. Mas, se ficar frio novamente, elas retornam e voltam a sair no primeiro dia quente. Elas mal podem esperar para sair…

E aqui está a última parte e talvez a mais importante de toda esta filosofia. E a útima parte começa com uma simples pergunta. Quanto vai juntar uma formiga, durante o verão, para poder se preparar para o inverno? Resposta: as formigas juntam tudo o que for possível. Que filosofia incrível! E se mais e mais pessoas pudessem tomar conhecimento desta simples filosofia? E se elas aprendessem como colocá-la em prática em suas vidas? Desta vez, todos nós sabemos a resposta. Elas se tornariam INSUPERÁVEIS.

Se você gostou desse post, significa que o o Programa Second Chance foi feito para você!

Garanta já sua vaga!

Ligue: 21 3486-6822 / 21 3486-6823 / 21 9467-3831

queroplantar@indevonline.com.br

“Para conseguir mais do que conseguimos, precisamos nos tornar mais do que somos”.

Jim Rohn

Sem comentários.

Postar um comentário